quarta-feira, 02 dezembro 2020

N Notícias

O coordenador dos escritórios conjuntos das Nações Unidas, Opia Kumah, inicia hoje uma visita de trabalho de quatro dias à ilha do Fogo

Opia Kumah que se faz acompanhar do coordenador do Programa Plataformas Locais 2030/Fundo de Descentralização, Cristino Pedraza, vai inteirar-se do impacto dos projectos implementados na melhoria da qualidade de vida da população dos três municípios da ilha do Fogo, São Filipe, Santa Catarina e Mosteiros.

Durante a visita, o coordenador tem agendado encontros com os presidentes das câmaras municipais da ilha e visitas aos respectivos municípios para conhecer as potencialidades económicas locais da ilha.

Assim, no município dos Mosteiros, Opia Kumah tem prevista, além do encontro com o presidente da autarquia, visita ao projecto de impacto dos Mosteiros, à fábrica de café e à zona alta dos Mosteiros.

O projecto impacto nos Mosteiros, implementado no quadro do Programa das Plataformas para o Desenvolvimento Local e Objectivos do Desenvolvimento Sustentável consistiu na construção de 15 abrigos de motor de popa e de materiais de pescas, assim como a formação de operadores da pesca, incluindo a reactivação da associação de promotores da pesca que se encontrava inactiva há mais de uma década.

No município de Santa Catarina Opia Kumah visita o projecto impacto de Santa Catarina, que consistiu na requalificação de Roçadas, zona sul do município, encontro com o presidente da câmara e com membros da Plataforma de Santa Catarina, seguida de uma deslocação à Chã das Caldeiras onde vai inteirar-se das potencialidades económicas, através de visita à adega de vinho Chã e ao perímetro florestal de Monte Velha.

Em São Filipe, de entre outras actividades, o coordenador tem agendada uma vista ao projecto de impacto de São Filipe, que consistiu no desenvolvimento do projecto de fruticultura na zona sul e que beneficia algumas famílias, passagem pelas unidades semi-industriais de transformação de produtos pecuários como a cooperativa Suifogo (Patim) e a Cooperativa de Produtos Agrícolas e Pecuárias (COOPAP) de Cutelo Capado, mas também a adega de Monte Barro, assim como uma visita à zona norte alta de São Filipe e às comunidades de implementação do projecto Fundo de Descentralização do município de São Filipe.

Antes do seu regresso à Cidade da Praia tem programado um encontro com o sector privado, nomeadamente com a direcção da Associação do Turismo do Fogo.

Inforpress/Fim

Comments powered by CComment

Agenda/Eventos

No events

Diáspora

Crónicas

Carta do Leitor

Guia Turístico

Inquérito

Nothing found!

logo fogoportal white

Um espaço privilegiado de convívio, de diálogo, de divulgação de opiniões acerca de tudo o que tem a ver com a Ilha do Fogo; um canal de ligação e de “mata sodadi” de todos os foguenses espalhados pelo mundo fora e que se preocupam com o desenvolvimento do seu torrão natal. (Editorial)