19-11-2018

D Demografia

DEMOGRAFIA

Segundo dados do Instituto Nacional de Estatísticas (INE), referentes ao ano de 2016, o concelho dos Mosteiros tem uma população residente de 9 336 habitantes.

Destes, 51,9 % são mulheres e 48,1% são homens.

À semelhança do que se regista no país, a população do município é muito jovem. Cerca de 70 por cento dos habitantes são jovens.

Distribuição geográfica

Os habitantes estão distribuídos por 17 localidades: cidade de Igreja, Mosteiros-Trás, Queimada Guincho, Sumbango, Murro e Fajãzinha (no litoral), Cova Feijoal, Feijoal, Pai António e Cutelo Alto (zonas altas), Rocha Fora, Aldeia, Ribeira do Ilhéu e Atalaia (zona norte) e Corvo, Achada Grande e Relvas (zona sul).

Queimada Guincho e Mosteiros Trás são as principais zonas de expansão da cidade, sendo, a par da localidade de Relvas, as que registam maior concentração populacional.

Evolução

A população do concelho dos Mosteiros conheceu um aumento constante, de acordo com os censos realizados desde 1940, com excepção do recenseamento de 1950 em que foi registada uma diminuição.

O crescimento da população foi em cerca de 1000 habitantes por década, entre 1980 e 2000.

Dados mostram que entre 2000 e 2016 registram-se ligeiras alterações no que concerne ao número de habitantes residentes, com uma tendência de diminuição em cerca de 30 pessoas por ano, nos últimos 16 anos.

Ano

1990

2000

2010

2012

2013

2014

2015

2016

Nº Habitantes

8327

9535

9524

9455

9428

9394

9364

9336

Indicadores de bem-estar

De acordo com dados de 2015, em Mosteiros vivem 2 309 agregados familiares, dos quais 84,3% tem acesso à electricidade, 59,7% tem acesso à água canalizada e 92,3% tem casa de banho.

Entretanto, com a ligação da rede eléctrica às zonas norte do concelho, concluída em 2017, a taxa de acesso à electricidade subiu para perto de 100 por cento.

Com a conclusão das obras de extensão da rede de água de Campanas de Baixo a zonas norte e sul do concelho, o município estará coberto a 100%. 

Segundo dados do INE, cerca de 80 por cento dos agregados familiares em Mosteiros vivem em alojamentos clássicos. No município não há residências em garagens, barracas, contentores, fábricas etc.

Fonte: cmmost.cv

Agenda/Eventos

No events

Diáspora

Crónicas

Carta do Leitor

Guia Turístico

Inquérito

Nothing found!

logo fogoportal white

Um espaço privilegiado de convívio, de diálogo, de divulgação de opiniões acerca de tudo o que tem a ver com a Ilha do Fogo; um canal de ligação e de “mata sodadi” de todos os foguenses espalhados pelo mundo fora e que se preocupam com o desenvolvimento do seu torrão natal. (Editorial)