quarta-feira, 12 agosto 2020

N Notícias

Raly Fogo ku papel socializado hoje com parceiros e órgãos da comunicação social

A Associação de Turismo do Fogo (FG Turismo) faz hoje, na praça das bandeiras, a apresentação pública do Raly Fogo ku papel (Fogo com papel) cuja primeira edição está calendarizada para 12 de Dezembro de 2020.

O evento, que se enquadra no plano de actividades da FG Turismo, constitui uma espécie de um passeio/percurso mistério, feito de automóvel, cujo objectivo principal é o de promover o turismo de aventura na ilha do Fogo.

Outro objectivo é dar a conhecer a história e a cultura da segunda ilha a ser povoada e tem o segundo núcleo populacional mais antigo de Cabo Verde (cidade de São Filipe), depois da Ribeira Grande de Santiago (Cidade Velha), que a 12 de Julho último celebrou o seu 98º aniversário de elevação à categoria de cidade.

De acordo com uma nota de imprensa da FG Turismo, a ideia da associação, após a realização da primeira edição do Raly Fogo ku papel, é institucionalizar a sua realização anual de modo a promover o convívio e a confraternização entre todos os participantes, numa óptica recreativa e cultural inclusiva.

A associação, refere a nota de imprensa, pretende transformar este evento numa grande marca de promoção do turismo do Fogo, razão pela qual decidiu associar a este acontecimento algumas entidades e instituições parceiras como as Câmaras Municipais do Fogo (São Filipe, Mosteiros e Santa Catarina), o Instituto do Turismo e o Fundo de Turismo, entre outras.

A prova, que envolve alguns enigmas, aspectos da história e da cultura da ilha, será realizada em três etapas, sendo a primeira entre as cidades de São Filipe e Cova Figueira (Santa Catarina), a segunda entre Cova Figueira e cidade de Igreja (Mosteiros) e a terceira e última etapa entre a cidade de Igreja e São Filipe, num percurso de pouco mais de 80 quilómetros.

Inicialmente a prova chegou a estar calendarizada para o dia 31 de Outubro, mas a associação decidiu adiá-la para Dezembro de modo a não coincidir com o período da campanha para as eleições autárquicas.

Dependendo do resultado da primeira edição, segundo a presidente do conselho directivo da FG Turismo, Luísa Francisca Lopes, a ideia é, nos próximos anos, dar a esta actividade um carácter nacional e depois comercializá-la como um produto turístico da ilha, a nível internacional.

Inforpress/Fim

Comments powered by CComment

Agenda/Eventos

No events

Diáspora

Crónicas

Carta do Leitor

Guia Turístico

Inquérito

Nothing found!

logo fogoportal white

Um espaço privilegiado de convívio, de diálogo, de divulgação de opiniões acerca de tudo o que tem a ver com a Ilha do Fogo; um canal de ligação e de “mata sodadi” de todos os foguenses espalhados pelo mundo fora e que se preocupam com o desenvolvimento do seu torrão natal. (Editorial)