sexta-feira, 25 setembro 2020

N Notícias

Associação Água para Viver mobilizou 2.400 contos para apoiar 600 famílias da ilha

A Associação Água para Viver mobilizou junto dos seus parceiros na Holanda o valor de 22 mil euros, pouco mais de 2.400 contos cabo-verdianos, para apoiar 600 famílias vulneráveis dos três municípios da ilha do Fogo.

O montante mobilizado na Holanda, onde a associação, criada no final da década de 1970 tem a sua sede e mobilizou durante anos recursos para vários projectos implementados na ilha, já foi transferido e na próxima semana far-se-á distribuição das cestas básicas às famílias.

Um dos membros da associação a nível da ilha do Fogo, Adolfo Rodrigues, salientou que tendo em conta o impacto devastador que a pandemia da covid-19 tem no dia a dia de muitas famílias em Cabo Verde e particularmente na ilha do Fogo, esta organização não-governamental mobilizou junto de dois dos seus parceiros este valor para apoiar com cestas básicas às famílias.

Ao todo serão contempladas com cestas básicas 600 famílias, sendo 440 no município de São Filipe que tem maior número de população, 100 nos Mosteiros e 60 no de Santa Catarina do Fogo.

A data da distribuição vai ser concertada com as autarquias, mas Adolfo Rodrigues indicou que será ao longo da próxima semana.

Este agradeceu a associação com destaque para o seu responsável, Agnelo Spínola e seus colaboradores na Holanda e em Cabo Verde por este gesto de solidariedade para com as famílias mais vulneráveis.

Inforpress/Fim

Comments powered by CComment

Agenda/Eventos

No events

Diáspora

Crónicas

Carta do Leitor

Guia Turístico

Inquérito

Nothing found!

logo fogoportal white

Um espaço privilegiado de convívio, de diálogo, de divulgação de opiniões acerca de tudo o que tem a ver com a Ilha do Fogo; um canal de ligação e de “mata sodadi” de todos os foguenses espalhados pelo mundo fora e que se preocupam com o desenvolvimento do seu torrão natal. (Editorial)