terça-feira, 02 junho 2020

N Notícias

Especialistas da universidade de Turino terminam missão de prospecção electromagnético de água

Uma missão técnica do departamento da terra da Universidade de Turino, Itália, acompanhado de um técnico nacional, terminou hoje os trabalhos de prospecção electromagnético de água numa quota superior a 300 metros de altitude na ilha do Fogo.

Os especialistas, munidos dos equipamentos, vieram à ilha, através da Associação de Desenvolvimento e Solidariedade (ASDE) para ajudar esta organização não-governamental e a empresa intermunicipal de águas, Águabrava na identificação de possíveis linhas de água visando a solução da problemática de água para agricultura.

A equipa concentrou-se na zona de Maria Chaves, onde a ASDE desenvolve o projecto de vinha numa área de mais de 20 hectares de terreno e que há anos vem deparando com a escassez de água, mas visitaram outros pontos para prospecção de novos pontos de água e para confirmação de outros identificados anteriormente.

Assim, segundo apurou a Inforpress, além de Maria Chaves, efectuaram trabalhos em Ribeira do Ilhéu (Mosteiros), entre Monte Grito e Achada Malva, Chã das Caldeiras para identificação de ponto para execução de um segundo furo, Monte Verde, zona sul do  município de São Filipe e onde a organização de caridade da Igreja Nova Apostólica, NAK-karitativ, pretende implementar um projecto nas áreas da agricultura e pecuária, cujo valor da primeira fase representa um investimento na ordem dos 27 mil contos.

Os especialistas italianos vão depois elaborar relatório detalha com as informações sobre a localização de sítios para execução de furos de prospecção de água, a profundidade e outros parâmetros técnicos.

O departamento de terra da universidade de Turino, segundo a administradora da ASDE, Maria da Graça, tem uma “grande experiência” e estão na posse de muitos estudos sobre a ilha do Fogo e Cabo Verde e o trabalho que constituiu uma mais-valia para esta missão técnica.

A Vinha de Maria Chaves é um dos projectos da ASDE, que ocupa uma grande área de vinhedos cultivados através do sistema de rega gota a gota e desde a sua instalação tem deparado com problemas de escassez de água que vem reflectido na sua produção.

O técnico nacional que acompanhou a missão vai também apoiar a Águabrava na recuperação de um furo em Achada Malva, cuja bomba submersível foi colocada a nível do mar e por isso há necessidade da sua recolocação de modo a evitar que a água explorada seja salobra, assim como a recuperação do furo de Monte Tabor, sitio onde se pretende executar mais um furo.

Quanto a Chã das Caldeiras, cuja água apresenta um elevado índice de sais totais (condutividade), entre 1300 a 1400 microsiemens por centímetros quando o máximo recomendado é de dois mil microsiemens, tal foi motivado pela exploração de cinco toneladas/hora, mas com a redução da exploração a qualidade melhorou significativamente, segundo opinião de um técnico, que indicou a necessidade de mais um furo na localidade para disponibilizar água em quantidade a população.

Inforpress/Fim

Comments powered by CComment

Agenda/Eventos

No events

Diáspora

Crónicas

Carta do Leitor

Guia Turístico

Inquérito

Nothing found!

logo fogoportal white

Um espaço privilegiado de convívio, de diálogo, de divulgação de opiniões acerca de tudo o que tem a ver com a Ilha do Fogo; um canal de ligação e de “mata sodadi” de todos os foguenses espalhados pelo mundo fora e que se preocupam com o desenvolvimento do seu torrão natal. (Editorial)