domingo, 17 novembro 2019

N Notícias

Ferramentas de gestão de riscos de desastre socializadas hoje nos Mosteiros

As ferramentas de gestão de risco de desastre e recuperação resiliente, produzidas no quadro da segunda fase do projecto capacitação para recuperação resiliente, são socializadas hoje com os parceiros do município dos Mosteiros.

A socialização é organizado pelo Serviço Nacional de Protecção Civil e Bombeiros (SNPCB) em parceria com a autarquia dos Mosteiros e com o PNUD, contando com o suporte da cooperação Luxemburguesa, através da equipa de implementação do projecto.

A estratégia nacional para redução de riscos de desastre, o quadro nacional para a recuperação pós-desastre e o estudo piloto de avaliação detalhada de riscos urbanos são as ferramentas a serem socializados.

De acordo com uma nota de imprensa da autarquia dos Mosteiros, Cabo Verde foi contemplado no âmbito de um projecto regional com o financiamento do UNDP e com a parceria da cooperação Luxemburguesa para implementação do projecto “capacitação para recuperação resiliente, segunda fase”.

Com a sua implementação pretende-se preparar os governos locais e nacional para gerir futuros processos de recuperação de uma forma eficaz, sustentável e inclusiva, reforçando capacidades e sistemas para uma melhor planificação e gestão de processos de recuperação, aumentando a resiliência do país e das comunidades perante a ocorrência de desastres e do rápido retorno para um desenvolvimento sustentável.

Este projecto foi lançado em Novembro 2018, é  implementado pelo SNPCB em parceria com o PNUD e suporte financeiro da cooperação Luxemburguesa, na linha do processo iniciado na primeira fase para consolidar os resultados alcançados e reforçar a questão da recuperação pós desastre.

Na primeira fase do projecto, o Governo, através do grupo de trabalho intergovernamental, procedeu à formulação da estratégia nacional para redução de riscos de desastre e de um quadro nacional para a recuperação pós-desastre, além de um estudo piloto de avaliação detalhada de riscos urbanos implementado nos municípios da Praia, Mosteiros e Ribeira Brava.

As ferramentas foram já socializadas nos municípios de Santa Catarina (Fogo) e Brava e depois dos Mosteiros será segundo a planificação, o de São Filipe.

Inforpress/Fim

Comments powered by CComment

Agenda/Eventos

No events

Diáspora

Crónicas

Carta do Leitor

Guia Turístico

Inquérito

Nothing found!

logo fogoportal white

Um espaço privilegiado de convívio, de diálogo, de divulgação de opiniões acerca de tudo o que tem a ver com a Ilha do Fogo; um canal de ligação e de “mata sodadi” de todos os foguenses espalhados pelo mundo fora e que se preocupam com o desenvolvimento do seu torrão natal. (Editorial)