domingo, 17 novembro 2019

N Notícias

Águabrava reactiva exploração de água a partir da nascente de Monte Vermelho nos Mosteiros

A Empresa Intermunicipal de Águas (Águabrava) está a ultimar os trabalhos para reactivar, dentro de duas semanas, a exploração de água a partir da nascente de Monte Vermelho, nos Mosteiros, evitando perda diária de 350 toneladas de água.

O administrador/delegado da Águabrava, Rui Évora, disse a Inforpress que desde que se começou a explorar o furo de Rocha Fora, a empresa, de uma forma “incompreensível”, deixou de explorar a água de nascente, que diariamente escorre para o mar, sublinhando que neste momento estão a ser criadas as condições técnicas para a retoma da exploração de água da nascente que é de boa qualidade.

Com a reactivação da exploração da nascente, alem de evitar a perda de grande parte das 350 toneladas de água/dia que corre para o mar, também a empresa poderá reduzir os custos de exploração de água no município dos Mosteiros entre 45 a 50 por cento.

Além de retomar a exploração desta nascente, na zona norte da ilha, a empresa equipou um dos furos com recursos próprios, cuja água foi injectada na rede para abastecer a zona norte e noroeste da ilha.

O administrador/delegado avançou que isso não traduziu no aumento da disponibilidade de água, mas permitiu equilibrar a concentração de sais totais, reduzindo assim para níveis iguais a existente na água disponibilizada na cidade de São Filipe e arredores.

A água consumida na zona norte apesar da quantidade e sais totais (condutividade) estar abaixo do máximo recomendado apresentava um valor elevado.

O máximo de sais totais recomendado é de dois mil microsiemens, a água antes disponibilizada para zona norte e noroeste continha 1.300 e com esta correcção o valor foi reduzir para 650 microsiemens, valor igual ao da água distribuída na cidade de São Filipe.

O responsável da Águabrava viajou ontem para Portugal para juntar aos três presidentes das câmaras municipais da ilha numa missão de serviço, nomeadamente a visita a Resitejo, empresa de gestão de resíduos sólidos urbanos, assim como a uma empresa de produção de águas para inteirar da experiencia que pode ser replicada a nível da ilha pela empresa, sobretudo na questão de gestão dos resíduos sólidos.

Inforpress/Fim

Comments powered by CComment

Agenda/Eventos

No events

Diáspora

Crónicas

Carta do Leitor

Guia Turístico

Inquérito

Nothing found!

logo fogoportal white

Um espaço privilegiado de convívio, de diálogo, de divulgação de opiniões acerca de tudo o que tem a ver com a Ilha do Fogo; um canal de ligação e de “mata sodadi” de todos os foguenses espalhados pelo mundo fora e que se preocupam com o desenvolvimento do seu torrão natal. (Editorial)