quarta-feira, 23 outubro 2019

N Notícias

Ilha do Fogo vai acolher décima reunião do Conselho de Ministros do Turismo da CPLP

A ilha do Fogo é a escolhida para acolher a décima reunião dos Ministros do Turismo da Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP), marcada para 13 a 15 de Novembro, assegurou hoje o ministro de Turismo.

A decisão de se realizar o encontro na ilha do Fogo foi tomada, segundo José Gonçalves, numa “reunião informal”, na Rússia, decorrente da participação dos membros da CPLP, que Cabo Verde preside, na 23ª Assembleia Geral da Organização Mundial do Turismo (OMT).

Desta forma, salientou, vai-se discutir de 13 a 15 de Novembro a mobilidade, em que o turismo mostra ser “um dos sectores mais exemplares” nesta matéria e que a representa, tanto pela via dos transportes, como de vistos e acessos.

“Cabo Verde tem feito o gesto de abrir cada vez mais a nossa fronteira com a isenção de vistos, mas ainda estamos longe de ter este nível de correspondência dos demais países”, lançou o governante, para quem, além deste “tema importante”, se vai partilhar informação e experiência na área do turismo.

Espera-se assim, conforme José Gonçalves, colher experiências de Portugal que tem “ganhado consecutivamente prémios de melhor destino europeu” e ainda de “grandes mercados”, como o brasileiro, que se quer incentivar, além de passar por Cabo Verde a caminho de Europa, que façam também paragens para conhecer o país.

Questionado sobre a escolha da ilha do Fogo, disse que se quer mostrar a “evidência da beleza” do país para o turismo e, no caso especifico desta ilha, por possuir valências como o vulcão activo, vinho e “variedade de ofertas muito procuradas” a nível do turismo rural e de natureza.

“Queremos mostrar este complemento e que Cabo Verde não é só praia, sol e mar”, explicou, adiantando que a ilha do Fogo também “não tem beneficiado muito” de eventos do tipo.

A data e o local para a reunião do Conselho de Ministros de Turismo foi assim estabelecida na decorrência da 23ª Assembleia Geral da Organização Mundial do turismo (OMT), em que Cabo Verde, conforme José Gonçalves, foi eleito vice-presidente da mesa de assembleia, pela segunda vez, e ainda eleito vice-presidente do Conselho Executivo, órgão máximo da OMT, para o período 2019-2020.

Também nesta deslocação “muito abrangente e intensa” e com “resultados concretos” foram estabelecidos, conforme a mesma fonte, contactos com operadores russos, que devem realizar uma “missão exploratória” no sector nacional do turismo, ainda antes do final do ano. Mesmo período que se espera receber  empresários daquele país interessados em investir na área das pescas.

Inforpress/Fim

Comments powered by CComment

Agenda/Eventos

No events

Diáspora

Crónicas

Carta do Leitor

Guia Turístico

Inquérito

Nothing found!

logo fogoportal white

Um espaço privilegiado de convívio, de diálogo, de divulgação de opiniões acerca de tudo o que tem a ver com a Ilha do Fogo; um canal de ligação e de “mata sodadi” de todos os foguenses espalhados pelo mundo fora e que se preocupam com o desenvolvimento do seu torrão natal. (Editorial)