quinta-feira, 17 outubro 2019

N Notícias

Enfermeiros promovem feira de saúde para assinalar o Dia Mundial de Enfermagem

Os enfermeiros das estruturas de saúde da região sanitária Fogo/Brava promoveram hoje uma feira de saúde na zona de Cruz Vermelha, subúrbio de São Filipe, para assinalar o Dia Mundial dos Enfermeiros, que se celebra no dia 12 de Maio.

O enfermeiro do hospital regional São Francisco de Assis Cassy Silva disse à Inforpress que a feira se enquadra num conjunto de actividades que os enfermeiros da região sanitária programaram para celebrar o Dia Mundial de Enfermeiros, à semelhança do que acontece em outras paragens de Cabo Verde.

Assim, ao longo desta semana, foram ministradas palestras em várias comunidades, mas também junto dos centros comerciais e no próprio hospital, culminando hoje com a realização da feira de saúde com envolvência da comunidade, onde se procedeu despiste de HIV/Sida, de diabetes com glicemia capilar, tensão arterial e cancro da mama, com enfoque nos ensinamentos sobre o rastreio, não só nas mulheres como nos homens, porque, explica, o cancro da mama não é só nas mulheres mas também nos homens, mas há pouca informação sobre isso.

Na sexta-feira, 10 de Maio, e enquadrado nas actividades para comemorar o Dia Mundial dos Enfermeiros, os profissionais do ramo da enfermagem disponibilizaram equipas no banco de urgência do hospital regional “São Francisco de Assis” no sentido de informar a população como fazer o rastreio de cancro da mama em casa e outros temas ligados à saúde de uma forma geral.

Neste contacto com os pacientes, os enfermeiros abordaram outros aspectos, nomeadamente os procedimentos dos familiares na hora de visita aos doentes hospitalizados, a questão da alimentação, onde, segundo o enfermeiro, “há grande dificuldade” porque as pessoas rejeitam a dieta hospitalar e preferem levar de casa o farnel, o que é um mal já que a alimentação do hospital é preparada de acordo com a patologia do doente.

Outro aspecto abordado prende-se com o horário da visita, onde igualmente existem muitos problemas e muitas vezes as pessoas não colaboram com o serviço.

A região sanitária Fogo/Brava, no quadro das indicações do Ministério de Saúde devia dedicar atenção durante o mês de Maio à questão de tensão arterial e tinha preconizado fazer despistagem de mil pessoas durante esta semana.

Segundo o enfermeiro, o rastreio de tensão arterial faz parte das actividades para celebrar o Dia Mundial de Enfermagem e que o objectivo é o de, fora de hospital, medir tensão arterial a mil pessoas durante uma semana, acrescentando que provavelmente esta meta não será conseguida, devido a um número reduzido de enfermeiros, que está sobrecarregado.

Segundo o mesmo, é do conhecimento do Ministério a necessidade de mais enfermeiros, observando que actualmente trabalham três enfermeiros em cada turno e a titulo de exemplo aponta que os enfermeiros que terminam o turno às 14:00 horas têm de regressar à noite, e por isso quando se pretende realizar actividades de terreno, há pouca participação já que é cansativo sair de trabalho, realizar actividade no terreno e voltar ao trabalho de novo.

Os enfermeiros esperam que nos próximos tempos o Ministério acode a demanda relacionada com o número reduzido de enfermeiros nas estruturas de saúde, comparando com o número de pacientes e em relação aos outros hospitais.

Durante a feira de saúde, além de painéis contendo informações sobre glicemia, tensão arterial, diabetes, cancro de mama, útero e rastreio, os profissionais de saúde, enfermeiros e médicos, transmitiram um conjunto de informações às pessoas, rastreio de glicemia e tensão arterial, consultas a crianças de jardins-de-infância e a população em geral..

A feira de saúde, organizada para celebrar o Dia Mundial de Enfermagem, contou com a colaboração de voluntários da Cruz Vermelha, que esta semana também celebraram o seu dia internacional.

Inforpress/Fim

Comments powered by CComment

Agenda/Eventos

No events

Diáspora

Crónicas

Carta do Leitor

Guia Turístico

Inquérito

Nothing found!

logo fogoportal white

Um espaço privilegiado de convívio, de diálogo, de divulgação de opiniões acerca de tudo o que tem a ver com a Ilha do Fogo; um canal de ligação e de “mata sodadi” de todos os foguenses espalhados pelo mundo fora e que se preocupam com o desenvolvimento do seu torrão natal. (Editorial)