quarta-feira, 23 outubro 2019

N Notícias

Delegada de Saúde considera “fraca” a participação da população nas primeiras horas da feira de saúde

A delegada de Saúde de São Filipe (ilha do Fogo), Joana Alves, considerou de “fraca” a participação da população nas primeiras horas da feira de saúde realizada hoje em São Filipe, em comemoração do Dia Mundial da Saúde, 07 de Abril.

Conforme disse, inicialmente a participação foi fraca, motivado pelo atraso na montagem das tendas e no início da feira, mas admite que já está a melhorar e espera que até o final da feira possam contar com maior adesão por parte das pessoas, prevendo ainda a possibilidade de alargar a feira para além das 15:00 horas como programado.

Segundo a delegada de Saúde de São Filipe, a feira de saúde organizada em comemoração do Dia Mundial da Saúde (07 de Abril) e decorre sob o lema definido a nível internacional que é “hipertensão arterial”, razão por que a feira deu mais enfoque a esta temática incidindo na prevenção e orientação sobre hipertensão arterial e tudo aquilo que está relacionado com esta situação.

De entre os serviços disponibilizados pelos profissionais da saúde da delegacia e do hospital regional, destaca-se aferição da tensão arterial, da glicemia capilar, orientação sobre dieta e a tensão alta, orientação sobre os remédios para a tensão alta, actividade física na tensão alta para idosos, de entre outros, mas também explicação sobre uso correcto dos medicamentos, a prática de actividade física e todos os cuidados que um hipertenso deve observar para manter tensão arterial controlada.

De acordo com a delegada de Saúde, à laia do que tem acontecido a nível mundial, também em São Filipe a tensão arterial é preocupante e cada vez mais tem sido diagnosticado jovens com hipertensão arterial.

Conforme explicou, trata-se de uma doença silenciosa e que causa muitos outros problemas, como cardíaco, ocorrência de acidente vascular cerebral (AVC) e várias outras consequências, tendo observado que é por esta razão que a instituição está a efectuar a promoção de saúde, chamando atenção da população para se prevenir nos cuidados da alimentação, actividade física, peso saudável.

Joana Alves disse que habitualmente as pessoas acham que a hipertensão arterial é uma doença de pessoas da terceira idade, mas explicou que actualmente deixou de ser uma “doença de velhos” e passou a ser também dos jovens, já que tem sido diagnosticado jovens na casa dos 20 e 30 anos, com hipertensão e devem ter o cuidado com esta situação.

Inforpress/Fim

Comments powered by CComment

Agenda/Eventos

No events

Diáspora

Crónicas

Carta do Leitor

Guia Turístico

Inquérito

Nothing found!

logo fogoportal white

Um espaço privilegiado de convívio, de diálogo, de divulgação de opiniões acerca de tudo o que tem a ver com a Ilha do Fogo; um canal de ligação e de “mata sodadi” de todos os foguenses espalhados pelo mundo fora e que se preocupam com o desenvolvimento do seu torrão natal. (Editorial)