19-12-2018

N Notícias

Requalificação da orla marítima da cidade de Igreja e zona de expansão calculada em 100 mil contos segundo Fernandinho Teixeira

O projecto de requalificação da orla marítima da cidade de Igreja (Mosteiros) e zona de expansão, desde a praia de Beco até Queimada Guincho, está orçamentado em cerca de 100 mil contos, disse o edil, Carlos Fernandinho Teixeira.
A informação relativa a este projecto de requalificação da orla marítima, cuja implementação será comparticipado entre a edilidade e o Governo, foi avançada após a inauguração da primeira rua pedonal da cidade de Igreja, no domingo, 11 de Agosto.

O edil disse que é na perspectiva de criar todas as condições de segurança na cidade é que a autarquia idealizou trabalhar, nos próximos anos, com o Governo na requalificação da orla marítima que vai da praia de Beco, que será transformada numa piscina natural, com clube náutico e área para as actividades náuticas, e toda a orla marítima de Queimada Guincho, zona de expansão norte da cidade.

O autarca explicou que se trata de um “projecto ambicioso ” a nível de infra-estruturação e que a fatia que cabe aos Mosteiros, no quadro do programa de requalificação urbana dos municípios, servirá para dar um novo visual aos Mosteiros.

Com relação a rua pedonal, financiada pelo Fundo do Ambiente, no valor de cinco mil contos, Carlos Fernandinho disse que se trata da primeira parte “fundamental” da requalificação da cidade de Igreja, que a edilidade quer que seja uma cidade aprazível e de “chamariz turístico” de excelência.

A aposta da edilidade, segundo Carlos Fernandinho Teixeira, passa pela criação de condições. durante este mandato, que possam dar um novo visual à cidade da Igreja, indicando que a perspectiva da Câmara é continuar a discussão com o Governo para que a cidade de Igreja se transforme na cidade dos Mosteiros, abrangendo todo o litoral, desde Fajãzinha (norte) a Mosteiros Trás (sul), tendo em conta o seu crescimento urbano considerável.

Para o autarca, com as construções e a requalificação da orla marítima estarão criadas as condições para que a cidade se transforme, quer em termos de tecido urbano quer em densidade populacional, em que a Igreja (actual cidade) passará a ser o centro da cidade dos Mosteiros.

A edilidade, explica Carlos Fernandinho, tem uma proposta concreta para a cidade dos Mosteiros, que foi apresentado ao Governo anterior e vai continuar a ser analisado com actual Governo, assim como desafiar a própria edilidade para criar as condições em termos urbano e todas as condições de segurança para ter a cidade dos Mosteiros.

Para a concretização dessa ideia , o edil lançou um desafio a todos os proprietários que possuem prédios na cidade de Igreja no sentido de trabalhar na sua reabilitação e acabar com as ruínas existentes, observando que para ter uma cidade bonita e aprazível é necessária a colaboração de todos para que as ruínas possam desaparecer.

Segundo o mesmo , a edilidade dos Mosteiros, juntamente com as de Santa Catarina e São Filipe, estão a trabalhar num regulamento para sensibilizar os proprietários de ruínas a dar o melhor uso a estes espaços para mudar o visual.

Com Inforpress

Comments powered by CComment

Agenda/Eventos

No events

Diáspora

Crónicas

Carta do Leitor

Guia Turístico

Inquérito

Nothing found!

logo fogoportal white

Um espaço privilegiado de convívio, de diálogo, de divulgação de opiniões acerca de tudo o que tem a ver com a Ilha do Fogo; um canal de ligação e de “mata sodadi” de todos os foguenses espalhados pelo mundo fora e que se preocupam com o desenvolvimento do seu torrão natal. (Editorial)