16-12-2018

N Notícias

Embaixada da China concede um segundo financiamento para reabilitação da escola secundária de Cova Figueira

A Embaixador da República Popular da China em Cabo Verde disponibiliza esta segunda-feira um segundo financiamento, no valor de 2.200 contos para reabilitação do Complexo Educativo Eduardo Miranda (escola secundaria de Cova Figueira).

O director do Complexo Educativo Eduardo Miranda, António Gonçalves, encontra-se na Cidade da Praia para um encontro com o Embaixador da China esta segunda-feira, 06 de Agosto, para entrega do cheque visando arranque do segundo projecto de reabilitação da infra-estrutura, construída em 2011 com financiamento da China.

Segundo o director deste estabelecimento de ensino, este segundo financiamento vai permitir a direcção da escola resolver cinco problemas que os alunos, professores e comunidade educativa enfrentam, já que com a reabilitação , o complexo educativo passa a dispor de uma cantina, gabinete administrativo, espaços que na primeira fase da construção da escola não foram implementados, para além da reabilitação e transformação da actual direcção numa sala de professores e adaptação da sala de Ciência e Tecnologia (CT) e laboratório.

Para a reabilitação do espaço, a direcção da escola conta, além deste segundo financiamento da Embaixada da China, no mesmo ano lectivo com a colaboração da Câmara Municipal que é responsável pela execução das obras.

Recorde-se que o primeiro financiamento, no valor de pouco mais de dois 1.200 contos, concedidos em Setembro do ano passado, foi aplicado na pintura geral do complexo, reabilitação geral de casas de banhos, vedação e adaptação da placa desportiva para a prática de outras modalidades e substituição do portão da entrada, obras que foram executadas pela edilidade de Santa Catarina.

Com Inforpress

Comments powered by CComment

Agenda/Eventos

No events

Diáspora

Crónicas

Carta do Leitor

Guia Turístico

Inquérito

Nothing found!

logo fogoportal white

Um espaço privilegiado de convívio, de diálogo, de divulgação de opiniões acerca de tudo o que tem a ver com a Ilha do Fogo; um canal de ligação e de “mata sodadi” de todos os foguenses espalhados pelo mundo fora e que se preocupam com o desenvolvimento do seu torrão natal. (Editorial)