22-07-2018

N Notícias

Somos Cabo Verde 2018: Pedro Pires homenageado com prémio Mérito e Excelência

 O antigo presidente Pedro Pires foi o grande homenageado da IV gala “Somos Cabo Verde – Os melhores do ano 2018”, tendo recebido o prémio de Mérito e Excelência, distinção de reconhecimento do seu contributo por Cabo Verde.

O comandante Pedro Pires disse que não estava à espera do prémio, mas, entretanto, enalteceu a homenagem explicando que o prémio traduz o reconhecimento das pessoas pelo seu percurso e luta durante muito anos.

“Sinceramente, não estava à espera, foi uma grande surpresa. Contudo, sempre digo que quando as pessoas me oferecem algo é porque reconhecem o meu percurso. Servi Cabo Verde e apesar da idade vou continuara a servir”, realçou.

A IV gala “Somos Cabo Verde – Os melhores do ano 2018”, que aconteceu sexta-feira na Cidade da Praia, sob o lema “Somos Cabo Verde – Somos um Só, em Prol da Igualdade”, premiou Tutu Sousa e Maria Isabel Andrade como Homem do Ano e Mulher do Ano, respectivamente.

Para a categoria Diáspora, Alzerina Gomes levou a distinção, enquanto que para a Música o artista Djodje foi o vencedor.

Na comunicação social, Gisela Coelho (A Nação) venceu a categoria Imprensa, Hulda Moreira (RTP) levou o prémio TV, Miriam Lopes Santos (RCV) foi premiada para o Rádio e Hermínio Silves (Santiago Magazine) ficou com o Online.

O basquetebolista cabo-verdiano Ivan Almeida venceu o prémio na categoria Desporto, depois de uma excelente época no Anwil, clube da Polónia, onde se sagrou campeão. No prémio Cultura a distinção foi para o poeta tarrafalense José Luís Tavares.

Alécia Morais voltou a ganhar a distinção Moda pelo quarto ano consecutivo. A jovem modelo, que reside em Nova Iorque, não escondeu a satisfação de ter recebido o prémio, classificando como “mais uma vitória”.

O “Somos Cabo Verde – Os melhores do ano 2018”, que promoveu a igualdade como bandeira do evento, distinguiu a Organização das Mulheres de Cabo-Verde (OMCV) na categoria Solidariedade.

Aleida Gomes venceu o prémio Empresarial, Associação Pelourinhu levou o Voluntariado, Inovação e Empreendedorismo foi para BD Project, enquanto a Associação Crianças de hoje e amanhã, da França, ganhou o prémio Responsabilidade Social.

A noite ganhou brilho com os habituais duetos improváveis, na qual juntou os artistas Nelson Freitas -Tito Paris, Nissa Barbosa – Fidjus di Codé di Dona, Mito Kaskas – Diva Barros, Mário Lúcio – Ga da Lomba e Cordas do Sol- Djosinha.

Com Inforpress

Comments fornecido por CComment

logo fogoportal white

Um espaço privilegiado de convívio, de diálogo, de divulgação de opiniões acerca de tudo o que tem a ver com a Ilha do Fogo; um canal de ligação e de “mata sodadi” de todos os foguenses espalhados pelo mundo fora e que se preocupam com o desenvolvimento do seu torrão natal. (Editorial)