22-07-2018

N Notícias

Homem que agrediu sexualmente a própria filha menor condenado a 12 anos de prisão

 O tribunal judicial da comarca de São Filipe condenou sexta-feira um indivíduo de 41 anos, a uma pena efectiva de 12 anos de prisão por crimes de agressão sexual e maus tratos contra a sua filha menor de idade.

O caso veio a público em Janeiro deste ano e o indivíduo que já tinha passagem pela prisão e inclusive estava em liberdade condicional por outros tipos de crimes, e na sequência foi detido preventivamente até o julgamento e a sentença foi conhecida na última sexta-feira, 29.

Pelo crime de agressão sexual agravada e continuada o tribunal condenou o indivíduo, que é pai biológico da vítima, a 10 anos de prisão e pelo crime de maus tratos à menor a uma pena de três anos, totalizando 13 anos, mas depois de feito o cumulo jurídico o tribunal fixou a pena em 12 anos de prisão efectiva.

Além dos 12 anos, o indivíduo, que saiu em liberdade condicional no ano passado, vai cumprir a parte restante da pena pelos outros crimes, pouco mais de dois anos, o que significa que na prática ira passar mais de 14 anos de reclusão.

Na altura em que o caso veio a público a vítima tinha 12 anos, actualmente conta com 13 anos, e está sendo acompanhada pelos técnicos do Instituto Cabo-verdiano da Criança e do Adolescência (ICCA) através da sua delegação de São Filipe.

Com Inforpress

Comments fornecido por CComment

logo fogoportal white

Um espaço privilegiado de convívio, de diálogo, de divulgação de opiniões acerca de tudo o que tem a ver com a Ilha do Fogo; um canal de ligação e de “mata sodadi” de todos os foguenses espalhados pelo mundo fora e que se preocupam com o desenvolvimento do seu torrão natal. (Editorial)