quinta-feira, 17 outubro 2019

N Notícias

Comando Regional reforçado com agentes do Corpo de Intervenção durante o período festivo

Doze efectivos do Corpo de Intervenção da Polícia Nacional chegam hoje à ilha do Fogo para reforçar o Comando Regional na implementação do plano operacional para as festividades do Dia do Município e da Bandeira de São Filipe.

O comandante regional, Roberto Costa Fernandes, disse hoje à imprensa que o Comando Regional do Fogo decidiu manter o mesmo sistema do ano passado porque tem tido sucesso com a implementação do plano.

O comissário observou que este ano o Comando Regional vai ter o reforço do Corpo de Intervenção, vindo da ilha de Santiago (Praia) e de efectivos das outras esquadras policiais da ilha, dos Mosteiros e de Santa Catarina.

Roberto Fernandes justificou o reforço dos efectivos com o facto de a festa tornar-se cada vez mais exigente em termos operacionais, com mais pessoas a se deslocarem à ilha e a participarem nas festas, o que obriga mais exigência da Polícia Nacional (PN).

Um segundo motivo para a manutenção da proposta de reforço de efectivos, que foi aceite, segundo o comandante regional, é por causa da diminuição do número de efectivos, provocada pela pré-aposentação e aposentação e também por casos de abandono.

Roberto Fernandes clarificou que por não ter o número suficiente de efectivos para implementação do plano é que se propôs o reforço com Corpo de Intervenção, que estará na ilha entre hoje e quinta-feira, 03 de Maio, e de efectivos de outras esquadras para garantir o sucesso e a tranquilidade das festas.

O plano operacional para as festividades, explicou o comissário, decorre de 20 de Abril a 02 de Maio e, a nível do Comando, prevê a mobilização de aproximadamente 50 elementos, número que considera suficiente para a implementação do plano.

Roberto Fernandes disse que a PN tem trabalhado desde o mês de Março na prevenção e apontou o caso de apreensão de quatro saquetas com 13 gramas de cocaína na posse de um passageiro vindo da ilha de Santiago e que está em prisão preventiva, como uma operação inserida no plano de prevenção para garantir uma festa o mais segura possível, observando que o controle às entradas vai continuar durante a execução do plano.

A cidade de São Filipe já começou a registar alguma movimentação, embora inferior a do ano passado em que se celebrou o centenário do desenterro da bandeira de São Filipe, mas até o dia 27 prevê-se a vinda de um número significativo de pessoas com intuito de participar nas festividades

Com Inforpress

Comments powered by CComment

Agenda/Eventos

No events

Diáspora

Crónicas

Carta do Leitor

Guia Turístico

Inquérito

Nothing found!

logo fogoportal white

Um espaço privilegiado de convívio, de diálogo, de divulgação de opiniões acerca de tudo o que tem a ver com a Ilha do Fogo; um canal de ligação e de “mata sodadi” de todos os foguenses espalhados pelo mundo fora e que se preocupam com o desenvolvimento do seu torrão natal. (Editorial)