quinta-feira, 21 janeiro 2021

D Desporto

Natação: Cabo Verde fez história ao realizar primeiro campeonato nacional da modalidade

O presidente da Federação Cabo-verdiana de Natação (FCN), Avelino Bonifácio, considerou hoje que Cabo Verde fez história ao realizar este domingo, 27, o primeiro campeonato nacional da modalidade.

Em declarações à Inforpress para balanço da prova, que aconteceu no mar de Praia-Baixo, no concelho de São Domingos, Avelino Bonifácio disse que os atletas, as cinco ilhas representadas e a localidade que recebeu a prova “ficam na história” da natação cabo-verdiana.

Por isso, considerou que o balanço é “positivo” por ser o primeiro campeonato de natação realizado no País e também porque foi preparado num tempo “muito curto”, devido ao compromisso assumido com a federação internacional em realizar a prova antes do final do ano.

“Estamos satisfeitos porque dos 14 atletas que participaram apenas quatro não conseguiram terminar os cinco mil metros dentro das exigências, ou seja, um atleta é excluído se chegar 15 minutos depois do vencedor”, explicou Avelino Bonifácio.

Por outro lado, realçou ainda o facto de ter participado na competição campeões regionais de Maio e São Vicente, as duas ilhas que conseguiram realizar as respectivas provas regionais.

“Tendo em conta a situação da pandemia e porque o mar esteve fechado por muito tempo as outras ilhas não conseguiram realizar as provas regionais”, justificou Avelino Bonifácio.

Mesmo assim, considerou que, em termos organizativos, o balanço é igualmente satisfatório, constatação que, segundo o presidente da FCN, é também do representante da federação internacional da modalidade.

Para a realização do campeonato nacional, que teve a supervisão da Federação Internacional de Natação (FINA), o responsável máximo da natação cabo-verdiana informou que contaram com a autorização prévia da Direcção Nacional da Saúde, do Instituto do Desporto e da Juventude (IDJ) e do Instituto Marítimo Portuário (IMP).

O nadador espanhol Javier Tugerano, residente na ilha do Maio, venceu a prova realizada em Praia Baixo, no concelho de São Domingos, mas perdeu o título por não ter cidadania cabo-verdiana.

Javier Tugerano fez em uma hora e 49 minutos os cinco quilómetros da competição que contou com a participação de 14 nadadores em representação das ilhas do Maio, Boa Vista, Sal, São Vicente e Santiago.

Em segundo lugar ficou o atleta Stiven Lima da ilha da Boa Vista e na terceira posição o tarrafalense Gervásio Silva.

De acordo com a Federação Nacional de Natação, pelo facto de o vencedor da prova não ser um cidadão cabo-verdiano o título de campeão nacional foi atribuído ao boavistense Stiven Lima, que ficou na segunda posição.

A prova, que inicialmente estava prevista para o dia 17 de Dezembro, teve de ser adiada por causa de constrangimentos ligados à logística, contou com o financiamento da Federação Internacional de Natação (FINA).

Inforpress/Fim

Comments powered by CComment

Agenda/Eventos

No events

Diáspora

Crónicas

Carta do Leitor

Guia Turístico

Inquérito

Nothing found!

logo fogoportal white

Um espaço privilegiado de convívio, de diálogo, de divulgação de opiniões acerca de tudo o que tem a ver com a Ilha do Fogo; um canal de ligação e de “mata sodadi” de todos os foguenses espalhados pelo mundo fora e que se preocupam com o desenvolvimento do seu torrão natal. (Editorial)