terça-feira, 16 julho 2019

D Desporto

Direcção-Geral dos Desportos disponibiliza apoio financeiro ao Vulcânico para construção da sede social

A Direcção-Geral dos Desportos disponibiliza um apoio financeiro na ordem dos 700 contos ao Vulcânico Futebol Club, para a materialização do projecto da construção da sua sede social, disse à Inforpress um dos dirigentes do clube.

Esta agremiação desportiva, fundada a 18 de Julho de 1953, desencadeou no ano passado uma campanha a nível nacional e internacional para mobilização de meios para reiniciar a construção da sua sede social, cuja primeira pedra foi lançada no ano de 1987.

A campanha visava e visa mobilizar os cabo-verdianos de uma forma geral e os foguenses em particular, residentes no país e na diáspora, a contribuir com um saco de cimento ou o valor correspondente, aproximadamente mil escudos (10 euros ou 10 dólares) para concretização do objectivo, tendo já construído a parte da cave e as paredes do primeiro piso, faltando apenas o betão.

Com a verba disponibilizada pela Direcção-Geral dos Desportos e com o material (ferro) para a colocação do betão disponibilizado pela Firma Irmãos Correia, cujo valor poderá atingir um milhão de escudos, mais os meios mobilizados na campanha, segundo os dirigentes do Vulcânico, estão reunidas as condições para, na primeira quinzena de Maio se proceder à colocação do betão armado no edifício em construção, sitio na zona denominado Trás de Shell.

Ainda no quadro da mobilização e angariação de recursos, a direcção do Vulcânico tem programado um encontro, às 12:00 do dia 30 de Abril, com os emigrantes, empresários e foguenses residentes nas outras ilhas, na sede em construção para agradecer o apoio recebido até este momento, apresentação dos trabalhos realizados e para mobilizar parceiros/amigos para concretização do projecto na sua globalidade.

O projecto, recorde-se, consiste na construção de uma cave, que vai funcionar como auditório de suporte a formação de jovens, passagens de vídeos educativos, escola de formação que começa a funcionar na próxima época, e mais dois pisos sendo um “open space”, que pode ser arrendados para instalação de escritórios, e outro onde funcionará a sede do clube e quartos para recepção de caravanas e que podem ser alugados para a rentabilização de espaços.

A sede social ocupa uma área de 256 metros quadrados de terreno disponibilizado pela Câmara de São Filipe há mais de 30 anos, e a primeira fase do projecto, construção da cave, foi orçada em cerca de 10 mil contos, mas na globalidade a construção da sede ronda os 30 mil contos.

Inforpress/Fim

Comments powered by CComment

Agenda/Eventos

No events

Diáspora

Crónicas

Carta do Leitor

Guia Turístico

Inquérito

Nothing found!

logo fogoportal white

Um espaço privilegiado de convívio, de diálogo, de divulgação de opiniões acerca de tudo o que tem a ver com a Ilha do Fogo; um canal de ligação e de “mata sodadi” de todos os foguenses espalhados pelo mundo fora e que se preocupam com o desenvolvimento do seu torrão natal. (Editorial)