23-10-2018

D Desporto

Desportivo de Cova Figueira regressa ao primeiro escalão após nove anos no escalão inferior

 O Desportivo de Cova Figueira está de regresso ao primeiro escalão do futebol do Fogo após nove anos a competir no escalão inferior do futebol.

A formação de Cova Figueira foi à “casa” de União de São Lourenço “arrancar” um empate a quatro golos, conquistando mais um ponto que lhe assegura o regresso ao primeiro escalão quando ainda faltam disputar duas jornadas da segunda fase do campeonato regional do segundo escalão, somando agora 10 pontos, mais quatro que Baxada que tem seis pontos.

No jogo a contar para a quarta jornada em que se marcou oito golos, três penáltis e duas expulsões dos treinadores das duas equipas, foi a equipa do Desportivo que marcou primeiro no minuto 13 por Flameu, mas quatro minutos depois a formação de São Lourenço restabeleceu a igualdade por Djeison, na sequência de marcação de um canto.

A três minutos do fim, a formação do Desportivo voltou a adiantar no marcador, através de Moniz na conversão de uma grande penalidade.

Depois do intervalo, a formação de União, que na primeira parte cometeu vários erros no sector defensivo, entrou melhor na partida e no segundo minuto da etapa complementar chegou à igualdade por intermédio de Zito, na conversão de uma grande penalidade.

A jogar em “casa”, União galvanizou com o golo da igualdade e no minuto 16 passou para frente do marcador por intermédio de Djeison, que bisou na partida, mas antes da meia hora de jogo, o Desportivo chegou à igualdade por Cantilhano, na marcação de um livre à entrada da área e a quatro minuto do fim Djó, voltou a colocar o Desportivo em vantagem.

A um minuto do término do tempo regulamentar, o árbitro assinalou uma grande penalidade contra a formação do Desportivo que foi convertido por Zito, o marcador de bolas paradas de União, fixando o resultado numa igualdade a quatro golos.

No final da partida o treinador de União de São Lourenço, Daniel admitiu que o jogo não foi fácil para a sua equipa que “cometeu muitos erros” no primeiro tempo, mas que é um resultado que se ajusta.

Este considerou que o Desportivo é a equipa mais forte do segundo escalão e por isso justifica o seu regresso ao primeiro escalão, anotando que a formação de União depende de si mesma para conquistar o segundo lugar e regressar assim ao escalão principal, bastando para isso ganhar a formação de Baxada na próxima jornada no estádio Monte Pelado na cidade de Cova Figueira e vencer em “casa” o Luzabril.

Por seu turno, o treinador do Desportivo, Tchico, considerou que a sua equipa foi prejudicada nesta partida pelo trio de arbitragem, mas mesmo assim conseguiu pontuar, que era o objectivo principal, e regressar assim ao primeiro escalão.

Apesar de matematicamente a subida ao primeiro escalão estar confirmada, o Desportivo não festejou como era de se esperar e talvez, segundo o treinador, se deve à polémica em que a prova está envolvida.

Este indicou que o Desportivo tem recebido comunicados da Associação em relação aos jogos e que participa neles, esperando que a decisão não venha a atrapalhar o trabalho e o regresso do Desportivo ao primeiro escalão nove anos depois.

Questionado se a equipa estará na disposição de participar nos jogos caso o tribunal venha a decidir pela repetição dos jogos da segunda fase com a formação de Esperança no lugar de Baxada, este admitiu que sim desde que “alguém pague todas as despesas que a equipa efectuou para participar nos jogos já realizados”.

Na outra partida a contar para a quarta jornada da segunda fase do segundo escalão, a formação de Baxada de Cova Figueira, recebeu e goleou a formação de Luzabril por um expressivo 5-1 e mantém a hipótese de regressar ao primeiro escalão, bastando para tal que vença União de São Lourenço na próxima jornada.

Com este resultado o sonho de Luzabril de ascender ao primeiro escalão na próxima época futebolística ficou mais uma vez adiado.

Resultados dos jogos da quarta jornada da segunda fase do campeonato regional do segundo escalão: União de São Lourenço 4 – Desportivo 4 e Baxada 5 – Luzabril 1.

Para a próxima jornada, a quinta, jogam Luzabril – Desportivo, no estádio 5 de Julho, e Baxada – União de São Lourenço, no estádio Monte Pelado.

Caso Baxada conseguir o segundo lugar e regressar ao primeiro escalão, o município de Santa Catarina, que na época desportiva 2017/18 não tinha nenhuma equipa no primeiro escalão, passa a contar com duas equipas.

Se assim for, na próxima época, o primeiro escalão contará com seis equipas de São Filipe (Académica, Botafogo, Nova Era, Spartak, Valência e Vulcânico), duas dos Mosteiros (Atlético e No Pintcha) e duas de Santa Catarina (Desportivo e Baxada, se conseguir), com jogos nos estádios 5 de Julho, Francisco José Rodrigues e Monte Pelado.

Os dirigentes do Desportivo apontam a criação de infra-estruturas, nomeadamente a colocação de relva no campo como um factor estimulante e que determinou a subida dessa equipa ao escalão principal.

Com Inforpress

Comments fornecido por CComment

Agenda/Eventos

No events

Diáspora

Crónicas

Carta do Leitor

Guia Turístico

Inquérito

Nothing found!

logo fogoportal white

Um espaço privilegiado de convívio, de diálogo, de divulgação de opiniões acerca de tudo o que tem a ver com a Ilha do Fogo; um canal de ligação e de “mata sodadi” de todos os foguenses espalhados pelo mundo fora e que se preocupam com o desenvolvimento do seu torrão natal. (Editorial)