19-12-2018

D Desporto

Desportivo de Cova Figueira vence e lidera campeonato do segundo escalão

O Desportivo de Cova Figueira continua embalado rumo à subida de divisão depois de um triunfo, quarta-feira, sobre o Luzabril (4-0), no reatamento do campeonato de futebol do segundo escalão do Fogo, no estádio de Monte Pelado (Cova Figueira).

No jogo a contar para a segunda jornada da segunda fase do campeonato que se realiza mais de dois meses depois da primeira jornada devido a suspensão da prova a 05 de Maio, o Desportivo soma a segunda vitória e lidera a prova com seis pontos, mais dois que o segundo classificado.

Na outra partida a contar para a segunda jornada, a formação de União de São Lourenço, que no primeiro jogo empatara a um golo frente a Luzabril, venceu o Baxada de Cova Figueira por 3-2, e ocupa a segunda posição na tabela classificativa.

A classificação da segunda jornada da segunda fase é liderada pelo o Desportivo de Cova Figueira com seis pontos, seguido de União de São Lourenço com quatro pontos, Luzabril com um e Baxada com zero ponto.

Na próxima quarta-feira, 25, realizam os jogos da terceira jornada com o Desportivo a defrontar a União de São Lourenço e Luzabril a medir forças com o Baxada.

A segunda fase é disputada por quatro equipas, as duas primeiras classificados dos Grupos A (constituído pelas equipas de São Filipe) e B (integrado pelas equipas dos Mosteiros e Santa Catarina), num sistema de todos contra todos a duas voltas.

Os dois primeiros classificados ascendem ao campeonato do primeiro escalão na próxima época, ocupando os lugares deixados pelo Cutelinho dos Mosteiros e ABC de Patim, que foram despromovidos ao escalão inferior.

Com Inforpress

Comments powered by CComment

Agenda/Eventos

No events

Diáspora

Crónicas

Carta do Leitor

Guia Turístico

Inquérito

Nothing found!

logo fogoportal white

Um espaço privilegiado de convívio, de diálogo, de divulgação de opiniões acerca de tudo o que tem a ver com a Ilha do Fogo; um canal de ligação e de “mata sodadi” de todos os foguenses espalhados pelo mundo fora e que se preocupam com o desenvolvimento do seu torrão natal. (Editorial)