22-07-2018

D Desporto

Lomba goleia Curral Grande no fecho da segunda jornada do torneio inter-zonas de São Lourenço

A equipa de Lomba goleou, domingo, a congénere de Curral Grande por 5-0, no jogo da segunda jornada do Grupo B do torneio de futebol inter-zonas, em homenagem a São Lourenço, que se celebra a 10 de Agosto.

Com esta goleada, a formação de Lomba reparte o primeiro lugar com a equipa de Campanas de Cima, ambas com seis pontos, fruto de duas vitórias em duas partidas.

Nas outras partidas do Grupo B e a contar para a segunda jornada, a formação de Santo António foi derrotada por 2-1 pela congénere de Ponta Verde e Campanas de Cima venceu Monte Vaca por 4-3.

Já no Grupo A, a formação de São Jorge derrotou a equipa de Achada Mentirosa por 3-0 e lidera isolado o grupo com seis pontos em dois jogos. Nas outras partidas do grupo, Galinheiro e Monte Tabor empataram a três golos e Às-Hortas perdeu frente a São Lourenço por 2-3.

Resultados dos jogos da segunda jornada:

Grupo A: Achada Mentirosa 0 – São Jorge 3; Galinheiro 3 – Monte Tabor 3 e Às-Hortas 2 – São Lourenço 3.

Grupo B: Santo António 1 – Ponta Verde 2; Campanas de Cima 4 – Monte Vaca 3 e Curral Grande 0 – Lomba 5.

A fase de grupos, iniciada no passado dia 22 de Junho vai até 20 de Julho, seguindo a disputa dos quartos finais, meias-finais e a final no dia 10 de Agosto, dia de São Lourenço, padroeiro da freguesia com o mesmo nome.

Os jogos são disputados todos no campo relvado de São Lourenço, o único existente na freguesia, o que implica a sua realização entre sexta-feira e domingo de cada semana.

Para a próxima jornada, a terceira, jogam São Lourenço – Monte Tabor, Galinheiro – São Jorge e Achada Mentirosa – Às-Hortas, Grupo A, e Ponta Verde – Monte Vaca, Santo António – Curral Grande e Lomba – Campanas de Cima, para o Grupo B.

Com Inforpress

Comments fornecido por CComment

logo fogoportal white

Um espaço privilegiado de convívio, de diálogo, de divulgação de opiniões acerca de tudo o que tem a ver com a Ilha do Fogo; um canal de ligação e de “mata sodadi” de todos os foguenses espalhados pelo mundo fora e que se preocupam com o desenvolvimento do seu torrão natal. (Editorial)