22-08-2018

D Desporto

ASDE promove festival de papagaios para incentivar a sua criação e promover actividades ao ar livre

A Associação de Solidariedade e Desenvolvimento (ASDE) promove a 16 de Junho, o primeiro festival de papagaios com a finalidade de incentivar a sua criação, promover actividades ao ar livre e o convívio entre as pessoas.

Marcelino Dias, técnico da comunicação de ASDE, disse à Inforpress, que o evento tem ainda por objectivos esclarecer às crianças sobre os locais apropriados para a prática do lançamento do papagaio, orientá-las sobre a importância do uso de material adequado para a confecção dos mesmos.

Integrar a família numa actividade recreativa, estimular a prática de actividades recreativas alternativas e fomentar a interacção social, lazer e recreação, são outros propósitos do festival, que conta com a parceria da câmara de São Filipe e de uma papelaria da cidade.

No regulamento, o promotor da iniciativa considera que lançar papagaios é uma “sensação única de liberdade e harmonia” com o meio ambiente.

Criar e lançar papagaios, além de ser importante ferramenta de lazer e recreação, é uma ferramenta pedagógica que pode ser usada para ensinar metodologia, artes plásticas, artesanato, comunicação visual, geografia e para promover uma maior consciência ambiental, considera.

O primeiro festival de lançamento de papagaios decorrerá na praia de Ponta d´Areia, junto a Casa do Sol, em Cutelo de Açúcar. A inscrição encontra-se aberta até 07 de Julho e é gratuita.

Podem participar todas as pessoas, independentemente da idade, e, por esta razão, foram definidos quatro escalões: infanto/juvenil (06 a 12 anos), “teen” (13 a 18 anos), maduros (18 a 55 anos) e sénior (acima dos 55 anos).

Para os três vencedores de cada escalão serão atribuídos um certificado e um trofeu.

Com Inforpress

Comments fornecido por CComment

Agenda/Eventos

No events

Diáspora

Crónicas

Carta do Leitor

Guia Turístico

Inquérito

Nothing found!

logo fogoportal white

Um espaço privilegiado de convívio, de diálogo, de divulgação de opiniões acerca de tudo o que tem a ver com a Ilha do Fogo; um canal de ligação e de “mata sodadi” de todos os foguenses espalhados pelo mundo fora e que se preocupam com o desenvolvimento do seu torrão natal. (Editorial)