25-06-2018

D Desporto

Criston de São Vicente é o vencedor da corrida de cavalo São Filipe 2018

O cavalo Criston, 4 anos, de São Vicente, venceu na a tarde de hoje a corrida realizada no âmbito das festas do Dia do Município e da Bandeira em São Filipe, contra o seu rival Vingança.

O cavalo, que veio de São Vicente e que no ano passado ficou em sexto lugar na tabela classificativa, nesta mesma competição, venceu a corrida depois de ter disputado hoje um lugar na final, que ditou como seu rival, o Vingança, 9 anos, da ilha do Fogo e que em 2017 conquistou o segundo lugar.

No final da corrida, Sunam, jóquei do cavalo do Clube Ginete em São Vicente, Criston, disse que estava “muito feliz”, porque muitos não acreditavam que o seu cavalo poderia ganhar, mas que essa vitória mostrou que era “forte”.

Quando a corrida terminou e os dois cavalos chegaram à meta, as pessoas invadiram a pista do hipódromo de São Filipe, tentando chegar perto do vencedor e dos outros participantes da prova, numa disputa onde também há apostas, que não sendo legal, é aceite por todos.

A corrida de hoje contou com a participação de seis cavalos que na última sexta-feira, 27, apuraram para a final, e são eles, para além de Criston e Vingança, Armando Cunha, de Fogo, com 11 anos, Don Pablo, de Santo Antão, com 10 anos, Tripolia, de São Vicente, com 4 anos, e Plural, também de São Vicente, com 10 anos.

O resultado final ditou primeiro lugar para Criston, que recebe um prémio monetário de 250 mil escudos; segundo lugar para Vingança, que recebe 200 mil escudos; terceiro lugar para Tripolia, que fica com 180 mil escudos, seguido de Armando Cunha, com 150 mil escudos; quinto lugar para Plural, com 120 mil escudos e Don Pablo, em sexto lugar, com 100 mil escudos.

A corrida de hoje, que começou com duas séries, sendo a primeira entre Vingança, Plural e Tripolia, e a segunda entre Armando Cunha, Criston e Dom Pablo, devia prosseguir com a disputa do sexto e quinto lugares entre Don Pablo e Tripolia, que ficaram na terceira posição, mas tal não aconteceu porque o Don Plablo lesionou-se, tendo ficado automaticamente como último classificado.

O mesmo aconteceu na disputa do terceiro e quarto lugares, entre Tripolia e Armando Cunha, entretanto, também o Armando Cunha lesionou-se, tendo ficado na quarta posição, oferecendo a terceira para a Tripolia.

A assistir a corrida estava o Presidente da República, Jorge Carlos Fonseca, o presidente da Câmara Municipal de São Filipe, Jorge Nogueira, o deputado nacional Filipe Santos, e o presidente da Assembleia Municipal de São Filipe, Adolfo Rodrigues.

Com Inforpress

Comments fornecido por CComment

logo fogoportal white

Um espaço privilegiado de convívio, de diálogo, de divulgação de opiniões acerca de tudo o que tem a ver com a Ilha do Fogo; um canal de ligação e de “mata sodadi” de todos os foguenses espalhados pelo mundo fora e que se preocupam com o desenvolvimento do seu torrão natal. (Editorial)