19-12-2018

C Curiosidades

RICINO-MAMONA

ricino1

Rícino (Ricinus communis) - planta da família das euforbiáceas muito disseminadas nos trópicos mas que também se adapta ao nosso clima.

De reconhecido valor ornamental pela sua folhagem, teve uma grande importância na económica da ilha pelo óleo que se extrai das suas sementes (óleo de rícino ou óleo de mamona; em inglês castor oil). O óleo é usado em farmácia, cosmético e na indústria.

Nos terrenos do estado (Montado Nacional), zona superior a mil e 500 metros, cultiva-se esta planta oleaginosa, cujo óleo é de maior valor comercial que o óleo de purgueira. Assim, no período colonial como no pós-independência, sempre se deu alguma atenção ao seu cultivo com projectos de revitalização. A partir da segunda década do século vinte, o rícino vai ser plantado em grande abundância. A dinâmica dessa plantação leva as populações a procurarem novos terrenos em áreas de maiores altitudes.

O cultivo do rícino foi importante na economia da ilha do Fogo, que conhecera um certo declínio, após a abolição da escravatura, o suporte da sua economia agrária durante séculos, mas foi reactivado na década de 80 do seculo passado através de um projecto financiado pela cooperação com Holanda e as sementes foram exportados para aquele país.

O rícino vai constituir, juntamente com o café e a purgueira, um dos principais produtos de exportação da ilha.

Comments powered by CComment

Agenda/Eventos

No events

Diáspora

Crónicas

Carta do Leitor

Guia Turístico

Inquérito

Nothing found!

logo fogoportal white

Um espaço privilegiado de convívio, de diálogo, de divulgação de opiniões acerca de tudo o que tem a ver com a Ilha do Fogo; um canal de ligação e de “mata sodadi” de todos os foguenses espalhados pelo mundo fora e que se preocupam com o desenvolvimento do seu torrão natal. (Editorial)