domingo, 17 novembro 2019

C Cultura

Documentário “chÔ sobre a população de Chã das Caldeiras exibido nos dias 24 e 26 de Outubro na ilha

O documentário “chÔ que aborda a situação de Chã das Caldeiras pós erupção vulcânica de 2014, que destruiu os principais povoados, é exibido nos dias 24 e 26 de Outubro, em Chã das Caldeiras e em São Filipe.

O documentário com duração de 51 minutos, gravado em finais de Junho e princípio de Julho de 2018, em Chã das Caldeiras, foi produzido e realizado através de uma parceria entre o Centro Integrado de Formação Profissional César Manrique (Canárias) e o Instituto Universitário de Arte, Tecnologia e Cultura do Mindelo (M_EIA) no quadro do desenvolvimento de acções de formação nos domínios do cinema e do audiovisual, envolvendo estudantes e professores das duas instituições, segundo Leão Lopes.

A produção do documentário tem como protagonistas as pessoas de Chã das Caldeiras e foi realizado no âmbito do projecto Azimute, que juntou as duas instituições para uma produção em que a população local se engajou plenamente, segundo Leão Lopes.

A estreia a nível da ilha do Fogo está agendada para o dia 24 de Outubro em Chã das Caldeiras, nas instalações do jardim infantil e no dia 26 no auditório Padre Pio Gottin (São Filipe), seguindo depois a sua exibição nas cidades da Praia no dia 28 na universidade Jean Piaget e Mindelo no dia 30 no centro cultural de Mindelo.

O documentário foi estreado em Maio deste ano, em Tenerife (Canárias), no Festival Internacional de Cinema Medioambiental (FICMEC).

O documentário, recorda-se, foi uma iniciativa das Canárias, cabendo a responsabilidade da parte cabo-verdiana a escolha do tema, o cenário e o enquadramento e como o M_EIA estava muito envolvido com a comunidade de Chã das Caldeiras com a realização de outros projectos no quadro de um projecto integrado, acabou por escolher esta comunidade.

O documentário pretende dar visibilidade ao espírito de resiliência e a capacidade de renovação das vidas das pessoas de Chã das Caldeiras, depois da última erupção vulcânica que decorreu entre 23 de Novembro de 2014 a 07 de Fevereiro de 2015, mostrando a alma desta gente, o seu dia-a-dia, a história da sua resistência de estar e de querer renovar a sua vida, sentir as pessoas.

A gravação decorreu de 28 de Junho a 06 de Julho de 2018 em Chã das Caldeiras, seguindo depois o trabalho de estúdios.

Inforpress/Fim

Comments powered by CComment

Agenda/Eventos

No events

Diáspora

Crónicas

Carta do Leitor

Guia Turístico

Inquérito

Nothing found!

logo fogoportal white

Um espaço privilegiado de convívio, de diálogo, de divulgação de opiniões acerca de tudo o que tem a ver com a Ilha do Fogo; um canal de ligação e de “mata sodadi” de todos os foguenses espalhados pelo mundo fora e que se preocupam com o desenvolvimento do seu torrão natal. (Editorial)