sexta-feira, 20 maio 2022

N Notícias

AJOC promove manifestação pacífica contra ataques a jornalistas e a liberdade de imprensa

A Associação Sindical dos Jornalistas de Cabo Verde (AJOC) realiza, na próxima sexta-feira, o4, uma manifestação pacífica, à frente da Procuradoria-Geral da República, na cidade da Praia, contra ataques a jornalistas e a liberdade de imprensa em Cabo Verde.

A convocação da direcção nacional da AJOC é extensiva aos jornalistas e amigos dos jornalistas, no sentido de se mobilizarem para acompanharem na sexta-feira o jornalista do jornal A Nação Daniel Almeida que, juntamente com este semanário, foram constituídos arguidos pelo Ministério Público, tendo sido convocados a comparecerem na Procuradoria-geral da República para serem ouvidos.

A AJOC refere na sua convocatória que esta intimação do Ministério Público surge depois do On-line Santiago Magazine e do jornalista Hermínio Silves terem sido também constituído arguidos.

“É preciso dar um basta … hoje são estes, mas amanhã poderão ser outros!”, realçou a AJOC nesta missiva, exortando a comparência de todos, trajados com t-shirts pretas, a partir das 14:30, em frente à Procuradoria-Geral da República.

Antes de Daniel Almeida e do Jornal A Nação, o jornalista Hermínio Silves e o jornal online Santiago Magazine foram constituídos arguidos e acusados de crime de desobediência qualificada, no processo de investigação sobre crime de violação de direito de justiça aberto pelo Ministério Público, no caso Zezito Denti D´Oru.

Em causa está a publicação a 28 de Dezembro do ano passado, pelo jornal online Santiago Magazine, da notícia intitulada “Narcotráfico Ministério Público investiga ministro Paulo Rocha por homicídio agravado” que dava conta que Ministério Público está a investigar o ministro da Administração Interna, Paulo Rocha, por homicídio agravado.

Inforpress/Fim

Comments powered by CComment

Agenda/Eventos

No events

Diáspora

Crónicas

Carta do Leitor

Guia Turístico

Inquérito

Nothing found!

logo fogoportal white

Um espaço privilegiado de convívio, de diálogo, de divulgação de opiniões acerca de tudo o que tem a ver com a Ilha do Fogo; um canal de ligação e de “mata sodadi” de todos os foguenses espalhados pelo mundo fora e que se preocupam com o desenvolvimento do seu torrão natal. (Editorial)