sexta-feira, 20 maio 2022

C Cultura

Rui de Pina pretende interpretar “Balada da ilha do Fogo” por ocasião do centenário de São Filipe

 O músico foguense Rui de Pina está a trabalhar num projecto visando apresentar a música “balada da ilha do Fogo” por ocasião da comemoração do centenário da elevação de São Filipe à categoria de cidade.

O músico, que é também activista nas áreas do ambiente, natureza e da educação, lançou recentemente, nos Estados Unidos, país onde reside, o projecto “balada de São Filipe”, com o propósito de “unir as gentes do Fogo, honrar e preservar a cultura”.

A iniciativa, segundo explicou, visa criar um hino para a ilha a ser executado no quadro do centenário da elevação de São Filipe à categoria de cidade, que se assinala no próximo dia 12 de Julho, sublinhando que o projecto visa também apresentar às próximas gerações a “rica cultura musical” da ilha do Fogo.

A “balada da ilha do Fogo”, que inspira o músico a desenvolver o seu projecto, é da autoria do padre alentejano Cláudio Simões, e, de acordo com Rui de Pina, “é uma canção de esperança, fé e perseverança sobre a ilha e a cidade”.

“A música seria apresentada como hino da ilha durante um show ao vivo durante as festividades cerimoniais para celebrar o 100º aniversário da elevação de São Filipe à cidade”, indicou.

No dizer de Rui de Pina, o projecto não se resume apenas no espectáculo musical, mas visa criar um impacto mais duradouro na cultura musical da ilha, através da implementação de programas de arte e música para jovens e idosos, inspirar o desenvolvimento musical e contribuir para a cultura musical na ilha.

Inforpress/Fim

Comments powered by CComment

Agenda/Eventos

No events

Diáspora

Crónicas

Carta do Leitor

Guia Turístico

Inquérito

Nothing found!

logo fogoportal white

Um espaço privilegiado de convívio, de diálogo, de divulgação de opiniões acerca de tudo o que tem a ver com a Ilha do Fogo; um canal de ligação e de “mata sodadi” de todos os foguenses espalhados pelo mundo fora e que se preocupam com o desenvolvimento do seu torrão natal. (Editorial)