17-11-2018

N Notícias

Mosteiros: IFH transfere gestão do complexo “Casa para Todos” para a edilidade

A Imobiliária Fundiária Habitat (IFH) procedeu segunda-feira a transferência da gestão do complexo “Casa para Todos” no município dos Mosteiros para a edilidade.

A IFH e a edilidade dos Mosteiros celebraram segunda-feira o ato de entrega dos documentos, chaves e das habitações do complexo “Casa para todos” no município dos Mosteiros, tendo o documento de passagem de gestão sido assinado pelo administrador executivo da IFH, Carlos Alberto Lima Évora, e pelo edil dos Mosteiros, Carlos Fernandinho Teixeira.

Na sua página oficial, a edilidade mosteirense indica que a IFH transferiu, para gestão, um total de 52 habitações, das quais 30 estão ocupadas neste momento e 22 ainda por ocupar, mas também todo o dossiê digital dos processos de empreitadas, trabalho técnico social e de contratação de beneficiários.

Na altura da celebração da transferência da gestão, o edil recebeu as chaves das 22 habitações das classes B e C ainda por ocupar e que passam a ser geridas pela autarquia.

A gestão das casas de classe A, todas ocupadas, passa a ser feita pela autarquia a partir de 01 de dezembro próximo, quando a IFH concluir as negociações de liquidação das dívidas de renda com os inquilinos que já foram informados da transferência da gestão.

A transferência de gestão das habitações do complexo “Casa para Todos” nos Mosteiros acontece cerca de dois meses depois da IFH ter celebrado um protocolo idêntico com a edilidade de Santa Catarina do Fogo, transferindo a gestão dos cerca de 60 apartamentos, sendo 39 em Achada Furna e 20 em Figueira Pavão para o município.

No município de Santa Catarina metade das habitações está ainda por ocupar, sendo oito em Figueira Pavão e 21 em Achada Furna.

No quadro do programa “Casa para Todos”, a ilha do Fogo foi contemplada com cerca de 200 moradias (196) das classes A, B e C, das quais 112 foram concluídas (Mosteiros e Santa Catarina do Fogo) e 84 habitações localizadas no município de São Filipe, nos bairros de Cobom e Xaguate Cima estão por concluir.

As moradias de Cobom, que estavam praticamente prontas, foram ocupadas desde meados de março/Abril deste ano, à revelia, por um grupo de famílias que alegavam dificuldades de habitações e apesar das diligências do dono da obra, IFH, junto das autoridades, ainda não foi possível desocupar os apartamentos

Comments fornecido por CComment

Agenda/Eventos

No events

Diáspora

Crónicas

Carta do Leitor

Guia Turístico

Inquérito

Nothing found!

logo fogoportal white

Um espaço privilegiado de convívio, de diálogo, de divulgação de opiniões acerca de tudo o que tem a ver com a Ilha do Fogo; um canal de ligação e de “mata sodadi” de todos os foguenses espalhados pelo mundo fora e que se preocupam com o desenvolvimento do seu torrão natal. (Editorial)