23-10-2018

N Notícias

Djar´Fogo realiza mini-feira para promover produtos transformados

A empresa Djar´Fogo, que se dedica ao turismo alternativo em que o café constitui o símbolo de qualidade do seu serviço, realizou hoje uma mini-feira “Prazer & Arte” para promover produtos transformados da ilha do Fogo.

O proprietário da Djar´Fogo, empresa criada há 18 anos, disse que o certame, que decorreu entre as 10:00 e as 12:00 nas suas instalações no centro histórico da cidade de São Filipe, visa apresentação de três produtos do Fogo (milho, leite e café) e da sua transformação.

O prazer, explicou Agnelo Vieira de Andrade, é o de transformar, gostar e degustar esses produtos que, segundo o empresário, constituem uma mais-valia na Ilha e que devem ser explorados.

“A ilha tem uma potencialidade de fazer uma feira a sério e a grande escala”, disse, indicando que a iniciativa veio na sequência da participação de Djar´Fogo no evento Terra Madre, que decorreu em Itália, de 20 a 24 de Setembro último.

Segundo Agnelo de Andrade, faz sentido promover e dar a conhecer os produtos e explorá-los para consumir o bom que a ilha do Fogo possui.

Para o promotor, iniciativa do género podia ser realizada com frequência, de modo a levar as pessoas a terem o gosto de fazer as coisas, observando que no Fogo faz-se vários pratos à base do milho (mais de três dezenas) e que trata-se de algo que deve ser explorado e dado a conhecer.

“Em vez de se estar a consumir coisas importadas deve-se valorizar aquilo que se faz de melhor, divulgando o bom produto e ajudar na sua transformação e conservação para ser usado durante mais tempo”, defendeu Agnelo de Andrade.

A empresa Djar´Fogo deixou há muito de promover actividades de cariz cultural e seu proprietário justifica o facto com a falta de incentivos e apoios.

Inforpress/Fim

Comments fornecido por CComment

Agenda/Eventos

No events

Diáspora

Crónicas

Carta do Leitor

Guia Turístico

Inquérito

Nothing found!

logo fogoportal white

Um espaço privilegiado de convívio, de diálogo, de divulgação de opiniões acerca de tudo o que tem a ver com a Ilha do Fogo; um canal de ligação e de “mata sodadi” de todos os foguenses espalhados pelo mundo fora e que se preocupam com o desenvolvimento do seu torrão natal. (Editorial)