21-01-2019

N Notícias

Missão de especialistas de St. Paul Medical Services apoia hospital regional com consultas durante uma semana

Um grupo de especialistas egípcios do St. Paul Medical Services que presta cuidados médicos a pacientes privados através de uma rede global, chega sexta-feira à ilha para durante uma semana apoiar o hospital na realização de consultas de especialidade.

A vinda dos profissionais voluntários do St. Paul Medical Services, uma organização internacional de caridade fundada pela Igreja Copta Ortodoxa com finalidade de prestar cuidados médicos e medicamentos para a comunidade carente, inscreve-se no protocolo existente entre esta organização e o hospital regional, e frequentemente esta instituição realiza missão à região sanitária Fogo/Brava.

Esta missão é integrada por vários especialistas, alguns dos quais constituem novidade, como cirurgião vascular, mas também cirurgião geral, anestesista, estomatologista, cardiologista, farmacêutico e radiologista, segundo o director do hospital regional “São Francisco de Assis”, Evandro Monteiro.

As consultas das várias especialidades decorrem entre os dias 21 e 25 de Janeiro no hospital regional.

O director do hospital encontra-se na ilha Brava, juntamente com outros técnicos/especialistas, para uma visita que se inscreve no âmbito das actividades da Região Sanitária Fogo/Brava, em que se prevê deslocação mensal de todos os serviços de hospital no sentido de sua descentralização.

Além do director do hospital, que é cirurgião, encontra-se na ilha Brava, especialistas das áreas de radiologia, pediatria e ginecologia-obstetrícia, sendo que a próxima deslocação vai contemplar as áreas de psiquiatria, anestesia e psicologia.

Inforpress/Fim

Comments powered by CComment

Agenda/Eventos

No events

Diáspora

Crónicas

Carta do Leitor

Guia Turístico

Inquérito

Nothing found!

logo fogoportal white

Um espaço privilegiado de convívio, de diálogo, de divulgação de opiniões acerca de tudo o que tem a ver com a Ilha do Fogo; um canal de ligação e de “mata sodadi” de todos os foguenses espalhados pelo mundo fora e que se preocupam com o desenvolvimento do seu torrão natal. (Editorial)