23-10-2018

N Notícias

Agente da Policia Nacional perde vida durante faina da pesca na localidade de Relvas (Mosteiros)

Um agente da Policia Nacional (PN) e representante da Agência Marítima Portuária (AMP) nos Mosteiros perdeu a vida no mar, nas proximidades da localidade de Relvas, zona sul do município dos Mosteiros, durante a faina da pesca.

O agente da PN, de nome Nicolau Lopes Teixeira, 55 anos, mais conhecido por Culá de Talinha, encontrava-se de férias e segundo o representante do AMP na ilha, Marino Rodrigues, terá deslocado muito cedo, como fazia habitualmente, à estância piscatória de Fundão para a pesca a linha.

Segundo Marino Rodrigues, que se deslocou aos Mosteiros por volta das 11:00 horas, assim que o filho do agente deu alerta às autoridades polícias, que resgatou o corpo por volta das 15:00 horas por um grupo de mergulhadores de São Filipe, informações recolhidas por alguns pescadores dão conta que o agente se encontrava na costa na faina pesqueira.

Tendo em conta que se tratava de um indivíduo com muita experiência no mar e que conhecia o local para onde habitualmente se deslocava, acredita-se que o mesmo ter-se-á sentido algum mal e depois arrastado pelas águas.

Segundo Marino Rodrigues, o incidente foi registado quando o filho se deslocou a estância piscatória para levar o pequeno-almoço e não encontro o agente da polícia nas proximidades.

O corpo foi retirado no arrastadouro da praia Lantcha, na cidade de Igreja, Mosteiros e encaminhado para o centro de saúde .

Até este momento, não são conhecidas as causas da morte de Nicolau Teixeira, tendo as autoridades recolhido no local alguns pertences do mesmo como material de pesca, telemóvel e alguns peixes.

Neste momento de dor Fogo.cv apresenta as condolências à familia enlutada.

Inforpress

Comments fornecido por CComment

Agenda/Eventos

No events

Diáspora

Crónicas

Carta do Leitor

Guia Turístico

Inquérito

Nothing found!

logo fogoportal white

Um espaço privilegiado de convívio, de diálogo, de divulgação de opiniões acerca de tudo o que tem a ver com a Ilha do Fogo; um canal de ligação e de “mata sodadi” de todos os foguenses espalhados pelo mundo fora e que se preocupam com o desenvolvimento do seu torrão natal. (Editorial)