20-02-2019

N Notícias

Jorge Spencer Lima defende “maior integração económica” na CEDEAO rumo ao desenvolvimento das indústrias

O presidente da Câmara do Comércio, Industria e Serviço do Sotavento (CCISS) defendeu hoje a necessidade de Cabo Verde ter uma “maior integração económica” na CEDEAO, como forma de promover o desenvolvimento industrial no país.

Jorge Spencer Lima fez esta intervenção durante a abertura do workshop sobre a comemoração ao dia da Industrialização em África,  que aconteceu, hoje, na Cidade da Praia.

Na ocasião, o responsável disse que a ligação de Cabo Verde na CEDEAO só se justifica caso se consiga ter “de facto um interesse económico real e efectivo” com os países da África Ocidental, apontando que a apenas a circulação de pessoas entre as comunidades “não é suficiente” para a “alavancagem que se pretende”.

“A vantagem do nosso País pertencer a esse agrupamento, extremamente importante na nossa região, é desenvolvermos a melhor integração económica, que significa poder exportar para a CEDEAO”, explicou, sustentando que o mercado cabo-verdiano passaria de 500 mil para 300 milhões de pessoas.

Atestou ainda que essa aproximação económica seria a abertura para idealizar projectos industriais que, de outro modo, “não seriam viáveis” ou não teriam mercado.

Com isso, salientou que a questão “tem que ser assumida como designo nacional”, já que urge ter indústrias que compitam no mercado interno, mas que “sejam capazes de exportar no quadro da nossa pertença desse grande mercado”.

O presidente da CCISS referiu ainda que Cabo Verde “não pode depender eternamente do turismo”, apesar do seu “grande peso” no PIB nacional, avançando ser um “erro para qualquer Governo” a aposta na monocultura de um produto na condução de um País.

“Qualquer Governo que tenta conduzir um País na base da monocultura de um produto é um erro grave, não podemos continuar a falar somente em turismo, temos que ir mais além”, realçou.

Desta forma, apelou a apoio do Executivo aos sectores da indústria, agro-business e tecnologias de informação, como “fundamentais na economia do País”.

Inforpress/Fim

Comments powered by CComment

Agenda/Eventos

No events

Diáspora

Crónicas

Carta do Leitor

Guia Turístico

Inquérito

Nothing found!

logo fogoportal white

Um espaço privilegiado de convívio, de diálogo, de divulgação de opiniões acerca de tudo o que tem a ver com a Ilha do Fogo; um canal de ligação e de “mata sodadi” de todos os foguenses espalhados pelo mundo fora e que se preocupam com o desenvolvimento do seu torrão natal. (Editorial)