17-11-2018

D Desporto

Pedro Fernandes Pires reeleito para presidir Associação Regional de Futebol

O presidente cessante da direcção da Associação Regional de Futebol do Fogo, Pedro Fernandes Pires, foi reeleito hoje, com mais de 77 por cento (%) dos votos das equipas federadas, para presidir esta instituição por mais dois anos.

Pedro Pires tinha como adversário o professor diplomado em Filosofia Manuel Augusto Dias Mendes “Agostinho”, tendo o presidente cessante sido reconduzido no cargo de uma forma expressiva, contrariando assim as criticas dos mais diversos sectores.

Na eleição participaram todas as 22 equipas federadas e com direito a voto, sendo 12 do segundo escalão e 10 do primeiro, tendo a lista liderada por Pedro Pires conseguido um total de 17 votos contra 05 votos da lista de Manuel Augusto Dias Mendes.

Além da eleição dos novos órgãos sociais da Associação para os próximos dois anos, nesta assembleia-geral foi também apresentada e aprovada a conta da época 2017/18, com 21 votos a favor, uma abstenção e zero contra.

Pedro Pires recandidatou-se com o lema “fazer mais e melhor” e disse ter “abraçado novamente o desafio de candidatar à presidência da Associação para continuar a proporcionar uma maior dinâmica no futebol na ilha do Fogo”.

“Faço-o com a mesma determinação, mas com uma nova missão, a de fazer mais e melhor face ao novo contexto”, disse Pedro Pires na sua plataforma eleitoral e que mereceu a aprovação da larga maioria dos clubes.

O programa de Pedro Pires visa consolidar a dinâmica futebolística, com uma organização “mais eficaz e eficiente”, com utilização de uma “plataforma digital dinâmica e consistente” que permite uma maior interacção entre Associação, clubes e a Federação Cabo-verdiana de Futebol (FCF), pautando por uma “gestão responsável e em permanente articulação com todos os intervenientes”.

Inforpress/Fim

Comments fornecido por CComment

Agenda/Eventos

No events

Diáspora

Crónicas

Carta do Leitor

Guia Turístico

Inquérito

Nothing found!

logo fogoportal white

Um espaço privilegiado de convívio, de diálogo, de divulgação de opiniões acerca de tudo o que tem a ver com a Ilha do Fogo; um canal de ligação e de “mata sodadi” de todos os foguenses espalhados pelo mundo fora e que se preocupam com o desenvolvimento do seu torrão natal. (Editorial)