25-06-2018

A mais imponente Maravilha Natural da Ilha do Fogo e de todo o Cabo Verde, mesmo se comparada com o vulcão ao qual deu origem. Há milhões de anos, a caldeira original da ilha do Fogo, abateu-se dando assim origem a uma cratera de 9km de diâmetro delimitada por um paredão em forma de ferradura cujo ponto mais elevado se ergue a 2700 metros de altitude, tornando-se a segunda maior elevação de Cabo Verde. Parte importantíssima do Parque Natural da Ilha do Fogo é, sobretudo, na Serra que se encontram as principais espécies endémicas, animais e vegetais.

Mas, para além de ser um santuário ecológico, a Serra é um extraordinário miradouro natural, donde se divisam as ilhas de Santiago, Brava, Maio e São Nicolau. De mais nenhum outro lugar de Cabo Verde se pode ter este privilégio ao qual se associam o nascer e o por-do-sol numa perspectiva que parece encontrarmo-nos a flutuar ou no espaço, fora da Terra. Finalmente, de São Filipe ou das zonas do litoral oeste da ilha, é possível, ainda, observar-se diariamente o espectaculo único da Serra tingindo-se das cores que marcam o final do dia: por vezes um vermelho intenso, outras vezes um brilhante doirado, ou, noutras ocasiões um plúmbeo azul.

Por esta razão muitos a comparam com a montanha símbolo da África do Sul, chamando-a analogamente “a Montanha da Mesa de Cabo Verde”.

logo fogoportal white

Um espaço privilegiado de convívio, de diálogo, de divulgação de opiniões acerca de tudo o que tem a ver com a Ilha do Fogo; um canal de ligação e de “mata sodadi” de todos os foguenses espalhados pelo mundo fora e que se preocupam com o desenvolvimento do seu torrão natal. (Editorial)